Artigo: Retratos de um Maranhão de oportunidades

  • Artigo escrito pelo governador do Maranhão, Flávio Dino.

 

Entre os bons momentos que presenciei nos três anos exercendo a função de governar, o diálogo constante com homens e mulheres que se dedicam a inovar é um dos mais instigantes. Na semana que passou, participei de uma ótima reunião com líderes de startups. São coordenadores de projetos em fase de construção, que passaram por uma seleção para receber apoio governamental, totalizando 14 ideias para a inovação na iniciativa privada.

Bons relatos também ouvi na 16ª edição da Agrobalsas sobre o setor produtivo, onde pude constatar os frutos da nossa política de incentivo aos empreendedores. Em mais um ano, a agricultura maranhense mostrou a riqueza que brota em nosso chão e que somos capazes de, juntos, fazer nosso Estado estar na dianteira do país. Nossa mais recente conquista foi o crescimento recorde do PIB maranhense, alcançando o primeiro lugar no Brasil em termos percentuais. Acredito, com o que tenho observado, que em 2018 este recorde será repetido.

Enquanto a produção cresce e aproveita o que temos de melhor na natureza, o papel do Estado tem sido feito. Desde o início desta caminhada, nosso foco foi propiciar um ambiente saudável para os negócios privados, pondo fim a práticas ultrapassadas de benefício de pequenos grupos familiares ligados aos antigos donos do poder.

Estão em pleno funcionamento programas voltados para a área. Nossa Caravana para o Desenvolvimento Empresarial chegou a mais de 20 cidades, reunindo as comunidades vizinhas. Com ela, empresários locais tiveram acesso aos programas de apoio financeiro estaduais, renegociação de dívidas, de capacitação e adequação às normas legais. No setor rural, reduzimos as alíquotas de ICMS de 12% para 2%, fazendo nossa parte para apoiar o produtor e contribuindo na alta do PIB.

Em 2018, também entrou em vigor a ampliação do teto para as micro e pequenas empresas que se encaixem na tabela do Simples. Agora, os negócios cujo faturamento chegue a R$ 3,5 milhões por ano terão a carga tributária reduzida. A média de pagamento passará de 18% para 3%, com previsão de inclusão de mais 30% nos empreendimentos beneficiados.

São mudanças significativas na relação entre o Estado e a iniciativa privada. Agora, somos parceiros e apoiadores de todos os que se disponham a fazer o Maranhão crescer.  E nos orgulhamos da pluralidade de empreendimentos que vimos nascer, se desenvolver e consolidar com a nova postura.

Isso mostra um novo cenário para os maranhenses, que respiram ares de liberdade para propor novos rumos e vê-los se concretizar. Nosso papel, como governo, é incentivar e fazer com que esse crescimento produtivo se reflita em mais justiça social para todos. Por esse motivo, o Maranhão recebeu destaque nacional como o segundo estado com maior investimento em políticas públicas em todo o Brasil, conforme ranking do Portal G1.

Esse crescimento tem sido construído com a soma de muitos esforços e muitas mãos. Todos eles, mesmo oriundos de caminhos diferentes, podem e devem se cruzar para que o Maranhão seja um Estado de todos. Temos orgulho do modelo de governança compartilhada que estamos construindo. Vemos, com alegria, cada vez mais pessoas se somarem para escrever páginas novas dessa história.

Powered by WPeMatico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *