“Quando comecei a ler os primeiros nomes eu chorei de alegria”, diz senhor alfabetizado pelo Sim, Eu Posso!

Foto: Divulgação

João Paz Amorim, morador do povoado Jatobá, em Itaipava do Grajaú, começou a estudar aos 57 anos, em uma das 132 turmas da Jornada de Alfabetização Sim, Eu Posso!, no município. Igual ao senhor João, mais de 19 mil maranhenses de cidades com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), estão sendo alfabetizadas pelo projeto fruto da parceria entre o Governo do Estado e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

“Eu fui fazer uns exames, e quando recebi o resultado e consegui ler, vi que tinha aprendido. Quando eu comecei a ler os primeiros nomes, eu chorei, só de alegria”, revelou João. Itaipava do Grajaú é um dos 15 municípios atendidos pelo ‘Sim, Eu Posso!’.

De acordo com o coordenador municipal, Elitiel Guedes, o segundo ciclo, que encerra no próximo mês, contabilizará 1.657 jovens, adultos e idosos alfabetizados apenas no município. “Esse número corresponde a pessoas que aprenderam a ler parágrafos, que é um nível bom para a alfabetização”, acrescentou.

“Graças a Deus é um programa que chegou em uma hora oportuna. Funciona de fato e é bem organizado. Parabéns ao gestor do Estado, Flávio Dino, foi ele, juntamente com o MST, que nos deu essa oportunidade. E um dos meus sonhos e das minhas colegas professoras é acabar com o analfabetismo aqui no nosso povoado”, destaca a professora Francisca Vanusa Lopes da Rocha.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou que o ‘Sim, Eu Posso!’ é uma ação que visa, sobretudo, libertar as pessoas da escuridão do analfabetismo. “O governador Flávio Dino está investindo no combate ao analfabetismo, que assola esse Estado há anos, com um percentual crítico de pessoas jovens, adultas e idosas, sem saber ler e escrever. Já estamos na segunda fase da jornada e o Maranhão tem, hoje, a menor taxa dos últimos de 10 anos. Continuaremos enfrentando essa chaga do analfabetismo, possibilitando que esses maranhenses tenham acesso ao letramento”, finalizou.

Powered by WPeMatico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *