Com apoio do Governo, Via Sacra deve receber recorde de público no Anjo da Guarda

Spread the love

Via Sacra encenada em 2018. Foto: Arquivo

Com o tema “Guia-me pelas veredas da Igualdade e da Justiça”, a 38ª edição da Via Sacra, maior espetáculo teatral ao ar livre do Maranhão deverá receber, com apoio do Governo do Estado, recorde de público nas apresentações que ocorrem dias 18 e 19 de abril no bairro Anjo da Guarda, em São Luís. O início está marcado para as 18h, na Praça Recanto da Paixão.

Por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o Governo do Maranhão está investindo R$ 300 mil para apoiar a realização do espetáculo. “Esses recursos são fundamentais para a realização da Via Sacra, utilizamos para pagar as estruturas de palco, som e luz, elenco, compra de material para figurinos e cenografia, montagem de passarela na Praça de Ressurreição e Pagamento do consumo de energia”, explica o presidente do Grupo Teatral Grita, Carl Pinheiro.

Segundo a organização do evento, são esperadas mais de 250 mil pessoas nos dois dias de espetáculo, encenado ao ar livre em pontos diversos do Anjo da Guarda.  Para o secretário de Estado da Cultura, Diego Galdino, o apoio do Estado ao espetáculo é o reconhecimento a um evento que fortalece a fé e gera renda para a comunidade.

“O espetáculo Via Sacra do Anjo da Guarda é um evento tradicional do calendário religioso do Estado, mostra a força da nossa cultura e fé, ao mesmo tempo em que oferece oportunidade de capacitação, emprego e renda para a comunidade, uma vez que mais de duas mil pessoas estão envolvidas somente na organização do espetáculo”, pontua.

38 anos de tradição

Com quase 40 anos de atuação no do Anjo da Guarda, o Espetáculo Religioso da Via Sacra é uma das principais apresentações de reconstituição da Paixão de Cristo encenadas ao ar livre no período da Páscoa. A peça tem montagem em sete pontos distribuídos no percurso de dois quilômetros das ruas do bairro.

Segurança

Para garantir a segurança da população presente ao evento, a Polícia Militar do Maranhão organizou esquema de segurança com efetivo de 300 policiais militares, distribuídos em todos os pontos da peça e ao longo da Avenida dos Portugueses.

Os policiais serão distribuídos com atuação na Polícia Montada, por meio de motocicletas, policiamento a pé e apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária Militar (BPRV).

O Corpo de Bombeiros também atuará na segurança do evento, com a vistoria das instalações onde ocorrerão as encenações e apoio durante os dois dias de apresentação com a atuação de 60 profissionais.