SÃO LUÍS – Palestra sobre gestão ambiental é realizada na PGJ

Spread the love
DSC 0024DSC 0002DSC 0006 O consumo consciente, a redução de custos e os desafios para a implantação da gestão ambiental no âmbito da administração pública foram temas abordados na manhã desta terça-feira, 30, em uma palestra realizada no Espaço Laboral da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís.

Com o tema sete R’s (repensar, recusar, reduzir, reparar, reutilizar, reciclar e reintegrar), a palestra teve a participação de membros e servidores do Ministério Público e foi ministrada pela assessora de gestão ambiental da Universidade Estadual do Maranhão, Andréa Araújo do Carmo. O objetivo dos sete pontos é levar o cidadão a repensar os seus valores e práticas, reduzindo o consumo exagerado e evitando o desperdício.

“Os caminhos podem ser diversos, mas é estratégico que haja uma política institucional gerando planejamento e orçamento para que as coisas possam ser concretizadas. Destacamos, em nossa experiência na universidade, a redução de custos com a suspensão do uso de copos descartáveis no restaurante universitário”, exemplificou a palestrante.

O servidor Lucas Pinheiro, integrante da Comissão de Gestão Ambiental do MPMA, participou do evento e destacou que a instituição vem, desde 2016, adotando medidas de sustentabilidade e, recentemente, instituiu o projeto Café Sustentável. “Vamos criar uma unidade de compostagem e aproveitar toda a borra do café utilizado no Ministério Público, produzindo adubo orgânico, fechando, assim, o ciclo de um dos resíduos gerados em nossa instituição”.

A finalidade do projeto é promover o destino correto para a borra de café associado a resíduos orgânicos. Isto será feito a partir da reutilização e compostagem da borra de café.

ETAPAS

As etapas seguintes incluem atividades de capacitação (como palestras, minicursos e oficinas) e implantação de uma unidade de compostagem e produção de mudas. A capacitação será feita por professores e técnicos da Universidade Estadual do Maranhão.

Os minicursos estão agendados para os meses de maio e junho. Os temas serão compostagem, jardinagem e horta vertical.

INTEGRAR

O projeto Café Sustentável faz parte do programa Integrar, desenvolvido pelo Ministério Público do Maranhão. Implantado em 2016, o Integrar busca desenvolver uma série de ações voltadas à preservação do meio ambiente e, consequentemente, à racionalização dos recursos públicos disponíveis.

O projeto Integrar foi premiado pelo Ministério do Meio Ambiente no ano de 2018, obtendo a segunda colocação no prêmio A3P com o projeto “Qualidade de Vida no trabalho”.

Redação e fotos: CCOM-MPMA

Powered by WPeMatico