CAMPANHA 18 DE MAIO – MPMA realiza atividades no interior do estado

Spread the love
Mirinzal 18 de maio 6Passeio Ciclístico Estreito Estreito Câmara de Vereadores 1Pinheiro 18 de maio 1Estreito 18 de Maio 3Mirinzal 18 de maio 4Pinheiro 18 de maio 2O Ministério Público do Maranhão promoveu desde a quarta-feira, 15, uma série de atividades em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Criança e Adolescentes, comemorado em 18 de maio. As atividades aconteceram nos municípios de Estreito, Mirinzal e Pinheiro.

Em Estreito, as atividades foram coordenadas pela promotora de justiça Rita de Cássia Pereira Souza, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Estreito, e incluíram palestras, passeio ciclístico e sessão na Câmara de Vereadores do município.

Em 15 de maio foram realizadas palestras nos assentamentos Bom Jesus e Altamira, ambos na zona rural de Estreito. Na sexta-feira, 17, aconteceu um passeio ciclístico pelas ruas do município. Na segunda-feira, 20, houve uma sessão na Câmara de Vereadores em alusão ao dia 18 de Maio. Também serão realizadas, na quarta-feira, 22, palestras nos assentamentos Sol Nascente e Extrema.

Durante as palestras, Rita de Cássia também orientou as crianças. “Não conversar e não aceitar nada de estranhos são orientações simples, mas que salvam vidas. Conversem com os pais, com os professores. Qualquer situação suspeita, peçam ajuda, denunciem”, enfatizou.

A promotora de justiça também destacou as estatísticas sobre a violência sexual contra crianças e adolescentes. “Os índices são alarmantes. Apenas no primeiro semestre de 2018, o Disque 100 registrou 8,5 mil casos de violência sexual contra crianças e adolescentes em todo o país”, destacou Rita de Cássia.

PINHEIRO E MIRINZAL

Em Mirinzal, aconteceu uma caminhada na quarta-feira, 15. Em Pinheiro, o evento aconteceu na sexta-feira, 17.

Todos os eventos contaram com a participação de pais, alunos, além do Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDMCA), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), psicólogos, assistentes sociais e professores.

Para o promotor de justiça Frederico Bianchini Joviano dos Santos, que atua nas Promotorias de Justiça de Pinheiro e Mirinzal, crianças e adolescentes devem ser acompanhados. “Os pais precisam estar atentos à rotina e comportamento dos filhos. A maioria dos abusos são cometidos por pessoas das próprias famílias ou por conhecidos. Por isso, acompanhar de perto o dia a dia das crianças e adolescentes é tão importante”, afirmou.

Redação: CCOM-MPMA

Powered by WPeMatico